Não culpe a Cultura da sua organização, você é o problema da transformação!

Moro em Porto Alegre, RS, e hoje faz um lindo dia de Sol com uma sensação térmica de 18 graus. Ou seja, um dia perfeito para caminhar, correr, passear, arrumar a casa e escrever este artigo. Como é agradável escrever ao som de uma bela trilha sonora de jazz, tomando um bom café, com pássaros cantando ao fundo …
😉

Pois é, perfeito para o meu modelo mental, mas será que perfeito para a percepção de valor de outras pessoas? Vou utilizar este questionamento para deixar uma pequena mensagem para você, que ainda acredita que a Cultura Organizacional é seu maior impedimento como líder de iniciativas de mudanças, e que depende da boa vontade de terceiros para conquistar seus objetivos e resultados …

<<< VOCÊ É O PROBLEMA! >>>

Cultura Organizacional é a manifestação de crenças e valores evolutivos ou limitantes, na forma de comportamentos como atitudes, práticas e hábitos. Se você vai começar um processo de transformação organizacional pensando que a Cultura deve estar preparada para o processo de mudança, como um médico cirurgião que aguarda seus assistentes deixarem o paciente pronto (sedado) para iniciar a primeira incisão, você ainda não está preparado para lidar com problemas complexos deste mundo cada vez mais VUCA e Digital!
:-/

Quer uma dica? Pare de pensar que tudo é linear e que procedimentos arcaicos irão sanar o problema, como uma bala de prata que irá matar o lobisomem com um tiro no coração. Isso é coisa do passado! O lobisomem se adaptou ao ambiente e agora fica mais forte a cada dia, tomando suplemento de elemento químico Ag no café da manhã. Acredite, você está enfrentando o Alien, de Ridley Scott que cresce e se adapta muito rapidamente ao contexto, e corrói tudo com seus fluidos quando atingido.
:-O

Se você ainda é daqueles que faz planejamento estratégico anual só se baseando em análise SWOT (strengths, weaknesses, opportunities and threats, do inglês), sem colocar em prática as mudanças profundas tão necessárias para retomar o crescimento ou acelerar a conquista dos resultados de sua empresa, eu diria que sua análise está muito FOFA (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças, em português) para a atual realidade do mundo em que vivemos.
🙁

Voltando ao dia ensolarado desta manhã de domingo, entenda que o mundo não irá se adaptar à você todos os dias. É você que deve se adaptar ao mundo, desenvolvendo novas capacidades para enfrentar ambientes cada vez mais inóspitos e ameaçadores. Para transformar organizações e prepará-las para a realidade da Nova Economia Digital, você terá que buscar superpoderes em novos modelos de gestão e liderança mais adequados para esse novo contexto. Fica aqui a minha dica: estude e pratique as abordagens Lean, Ágil e Exponencial com afinco e perseverança, pois elas são a base da cultura das empresas que estão acelerando a mudança e fazendo a diferença em todo o mundo.

Por fim, lembre-se sempre: O que você pensa influencia as suas decisões, o que você decide estimula seus comportamentos e o que você faz determina seus resultados. Pronto para mover as crenças limitantes de sua frente e encarar essa longa jornada de desenvolvimento profissional como líder na Nova Economia Digital? 😀

Related Articles

Respostas